Por uma vida...

Posted by Fellipe | Posted on 03:31

5

Acordava todo dia como alguém que saia de sua própria realidade.
O tempo fez daquele rosto jovem e firme, um livro onde vários já leram e viveram um passado. E como todos os leitores que o tiveram em mãos, ajudaram com as marcas de suas histórias.

O sol ainda bate à sua janela iluminando parte do quarto e fazendo brilhar o porta retrato em seu criado mudo. Ainda lembra o dia em que pôde sorrir com toda sua verdade e sinceridade, onde naquela época sua vida ainda não lhe pregara uma peça.

Seus olhos ainda marejados pós sono vigiam o quarto, sentado à sua cama, quase sem expressão, mas com seu olhar marcante e fundo, como a vida vinha lhe mostrando ser.

Era mais um dia comum, onde viver parecia cortejar seu passado, lhe trazendo angústia e toda a nostalgia ao sentar-se à mesa com uma xícara de café em punhos. Seu passado que não o deixava, sua vida que parecia não habitar àquela alma.

-O que foi perdido não tem volta.
O que foi esquecido não se repete.
Em minha alma correm marcas,
caminhos que em mim se perdem.
Meu coração é fraco, pobre,
Como um rosto em um passado.
E minhas perdas que não são minhas.
Não careço vida,
Não me abro nem a mim.
Por que nem a mim eu tenho mais.
Sobrevivo quando acordo.
E me revivo a cada adormercer.

"Bem vindo à realidade."



Só precisava escrever um pouco, por mais que nao tenha ficado muito bom...
Só deu vontade de sair escrevendo...
O tema aparece do nada, a escrita acompanha e eu só observo...

Enfim...
Indo dormir um pouco...

Organizando minha vida...

Posted by Fellipe | Posted in , , , , , , , , , , , , | Posted on 03:21

3

Aproveitando a insônia para postar algo por aqui...
Não vim falar da minha gripe [talvez, já o fiz...! rs]
Acordei com febre hoje, detesto gripes... é algo que me parece incurável e sem nexo, mas infelizmente existe!
Enfim...

Os dias andam passando rápidos e isso me agrada, vou passar o ano novo com a minha namorada.
Amanhã compro a passagem...[perdi minha identidade pela milésima vez, mas acho que isso não irá me criar problemas com a viagem...]

A vida quando toma algum rumo se torna prazerosa... Preciso admitir isso...
Mas deixa de ser intensa por completo para ser intensa por momentos.
Não que não me agrade... só não estou acostumado...
E é possível perceber pela diferença em meus textos.

Ando feliz... verdadeiramente feliz...


Por tudo que consegui conquistar, dividir, demonstrar, viver, multiplicar, compartilhar de novo...

Não é uma vida nova, mas é uma vida que se redescobre.

Penso em um futuro que não imaginava que pudesse me ocorrer dessa vez com tanta vontade.
As minhas indecisões antigas, ao seu fim, me mostraram o que de fato é essencial para mim e o que de fato eu quero para mim.

Percebi que não tenho motivos para nenhum arrependimento, onde a minha volta foi vista por um sorriso que esteve sempre ao meu lado.

Talvez eu só tenha percebido a verdade.
Sendo ela [essa verdade] , ou não... a dúvida não me acompanha quando eu sei o que eu quero para meu futuro.
E decisões são até fáceis agora [é o que diz a minha vontade aliada à minha certeza.].

Tenho tudo que possa querer compatilhar, creio que não me falta mais nada.
Aliás... tenho certeza de que há algum tempo não me falta mais nada e com toda essa certeza de novo afirmo que nunca faltará...

Só mais um pensamento solto...

Posted by Fellipe | Posted on 02:56

1

Não espero entender o mundo... muito menos que me entendam...

Talvez seja estranho pensar assim, mas já imaginou o quanto difícil seria a vida se ligassemos para o que todos julgam a cada pessoa que esbarra na esquina?

Sendo racional e sincero, entendo que:
Julgamento é uma opinião mal formada por um individuo afim de se complicar ao "cuspir" o que pensa ser verdade para qualquer um ouvir e assim influenciar quem foi contaminado pelo julgamento.

Já parou para pensar que é assim que surgem os preconceitos, complôs e todo o mais que não leva a lugar nenhum a não ser mais julgamento e confusão?

Bom, eu já... e confesso que não entendo o motivo de agir assim.
Uma coisa é compartilhar o que pensa, outra é impor o que acha ser verdade.

Não creio que seja falta de cultura ou qualquer motivo educacional que leva alguém a criar julgamentos e preconceito.
Creio muito que seja alguma influencia maior... como a sociedade, por exemplo. Mas isso não vem ao caso agora.

Só acho estranho o que uma falta de contato seja capaz de fazer.
Quando deixarmos de ser o centro do mundo, talvez seja fácil de entender e curar certos tipos de comportamento que por agora se fazem intoleráveis à maioria. Até porque sei onde cada um é capaz de chegar sob alguma influência... creio que você também...

Jogo dos 7

Posted by Fellipe | Posted on 21:39

2

Recebi um jogo esses dias, que ia postar ontem... mas acabei não fazendo...
É simples... listar 7 coisas sobre mim...
Espero que gostem, e os listados... espero que respondam! rsrs

7 coisas que tenho que fazer antes de morrer:
Fazer uma campanha publicitaria de sucesso
Casar
Comprar um carro antigo
Aprender a tocar bateria
Viajar por alguns países
Comprar uma casa na serra
Voltar a andar de skate

7 coisas que mais digo:
Fato!
Aff...
Tendi...
Seeeiimmm!
Bom, hein!
Hum!
Te amo! (essa em especial...rs)

7 coisas que faço bem:
Cozinhar
Observar
Me divertir
Escrever (creio eu...rs)
Criar
Argumentar
Dormir

7 defeitos meus:
Ansioso
Metódico
Inconstante
Teimoso
Calmo até demais
Preguiçoso
Tímido

7 coisas que eu amo:
Família
Jéssica
Ler
Caminhar
Amigos
Criar
Música

7 qualidades:
Gentil
Carinhoso
Extrovertido
Simpático
Educado
Tranquilo
Romântico

7 pessoas pra fazer o jogo dos sete:
Vou quebrar um porquinho só a regra do jogo (Joy... desculpa...rs), vou colocar 4 pessoas, por serem as que frequentam o blog ou que conheço bem...
Jéssica - http://fugiresonhar.blogspot.com
Allan - http://pensamentosramdomicos.blogspot.com
Jaquellinee - http://jaquellinee.blogspot.com
Alexia - http://altarparticullar.blogspot.com

Dias e dias...

Posted by Fellipe | Posted on 15:37

2

Hoje acordei com uma frase em mente... sem motivo algum...
"O exagero é a prenuncia da loucura..."
Confesso que não sei de onde surgiu essa frase... mas surgiu...rs

Ando pensando em como mina vida anda 8 ou 80... achei que tivesse deixado de lado o extremismo.
Não chega a ser algo que me incomode, até porque eu consigo controlar isso... só não consigo evitar que aconteça.

Por enquanto não vejo motivos para preocupação...

Afinal... tudo passa e não estou nem um pouco afim de me sentir em um manicomio...

É isso ai...e que assim seja!

Posted by Fellipe | Posted in , , , , | Posted on 01:35

4

Onde deixou seu pranto?
Que gosto ainda tem sua lágrima?
Onde encontrou para este sorriso
Tamanho para tanta calma?

Que leveza te toma os pensamentos,
E tua alma branda o que antes era ventania.
Largando de tuas lágrimas,
O brilho do teu sorriso.

Que primavera faz em teu espírito,
Florescendo o teu mundo,
E esquece do deserto que o habitava.
Por outonos mal vividos.

Faz-se estação eterna,
Quando não, faz-se verão ensolarado.
E que do inverno, a brisa.
Apenas por um futuro,
E uma vida por um amor interminável.


Talvez não exista nada melhor do quer ter alguém que te faça pensar em planos maiores...

Sabe, não sou mais moleque, ou criança ou alguém perdido no tempo...
Eu quero mais.. se possível, de mim!
Algumas pessoas demoram ou não entendem meus passos, meu jeito ou meus planos, eu não aceito intromissão... palpites talvez, mas não intromissão.

Mas... mudando de assunto!

Tenho feito planos maiores, por mim... por nós....
Certezas nunca pareceram tão certezas e únicas quanto ultimamente...
Sabe aquele sentimento que junta oportunidade, sorte, esperança e vontade?
Ando sentindo isso ultimamente...
Não é difícil entender o motivo, eu tenho uma namorada [da qual irei falar já!] e uma vida ótima...rs
Isso me faz pensar muito no futuro, nada mais natural...!
O fato é... que ando pensando muito nas minhas certezas, no tamanho do meu amor e colocando tudo isso dentro dos meus planos, quero que essa felicidade faça sempre parte possível a minha vida.
Quero essa convivência sem fazer dela necessidade para mim, mas essencial nas minhas decisões.
Acho que é isso que fica e isso que se espera fazer quando se ama, não?
É o que me parece mais certo, ao menos...
E se não for, pelo menos eu fui [e estou sendo] feliz...

E ah...? minha namorada?
A única coisa que é preciso saber é:
"Já me acostumei com a tua voz
Com teu rosto e teu olhar..."

Algum afago

Posted by Fellipe | Posted on 08:40

2

Todo seu alívio perdido
E uma memória incompleta.
Toda sua vida de desperdícios
Em cada lágrima forjada.

Seus passos nunca foram certos,
Sempre perdidos e incrédulos.
Que do seu único alívio sincero,
Uma ilha sem mar e sem céu.

Sobrevivendo a cada dia,
Esperando por alguém apreço
A chegada de algum sossego.
Para sua ultima chance de ainda ter vida.

A infelicidade se fez maior,
Diante de tanto erro,
Perdendo a lucidez e esperança,
Fez seu último juramento.

"Me deixo aqui sozinho.
Toda essas perdas e esse caminho.
Não tenho mais escolhas,
Me recolho e dou meu ultimo afago."

Todo seu mundo esquecido
E uma vida incompleta
Todo sua lucidez perdida
Por um único momento de paz.


Resolvi escrever, mesmo sabendo que não é o meu melhor poema... ainda assim gostei...!



Enfim!
Hoje é quarta, amanha é quinta...!
Sim... é importante dizer isso! rs...
Amanhã estarei mega ocupado trocando carinhos, abraços e muito amor com a minha namorada!
E por isso... talvez não poste por alguns dias.. mas voltarei em breve! Logo logo!
Escrever é uma necessidade gigante, seja sobre o que for... Desde que eu escreva!

Sendo assim... Estou indo que ainda tenho que resolver um trabalho...!rs
Ótimo dia a quem ler esse post...

Mais um poema e o retorno...

Posted by Fellipe | Posted on 10:05

3

Sorriu feliz, sem medo.
Diante de tanto conflito,
E uma vida de mal entendidos.
Encontrou em alguém todo o seu sossego.

Sorriu e apenas sorriu naquele instante.
Esquecendo tudo que o afligia.
E pensou sorrindo sem medo:
Não me importam os erros,
Desde que eu repare-os.
Me importam os acertos,

Desde que esses nos faça felizes.

Sorriu feliz, sem medo.
Diante de tanto erros.
E uma vida de desencontros,
Encontrou em alguém todo o seu sossego.

Voltando a postar depois de um bom tempo sem vir aqui.
Não tenho achado tantos motivos ultimamente para escrever... Mas essa manhã acordei pensando nesse poema.. e resolvi posta-lo...
Sim... estou mega feliz e isso pra mim já é mais que suficiente, encontrei o ponto "certo" para mim... o jeito ideal de levar minha vida, e tenho o feito bem...
Enfim...
Dedico esse poema a quem tem me feito feliz mais de 8 meses...
E digo... de fato estou feliz...

Até o próximo post...!

Visual novo e uma ansiedade enorme!

Posted by Fellipe | Posted in , , , , , , | Posted on 03:53

2

Enfim resolvi mudar o template do blog...
Já vinha há um bom tempo pensando nisso e vendo alguns templates... esse simples foi o que mais me agradou... e me deu algum trabalho para fazer os acertos...!
Mas aí está!
Espero que tenha gostado tanto quanto eu...

Ultimamente tenho andando em paz e ansioso demais contando os dias para minha namorada vir passar uns dias aqui!
Fato que ando realmente feliz, talvez no meu melhor momento do ano e assim espero que continue.
Acho que por toda essa felicidade, não ando tendo motivos para escrever.
Sinceramente, pela primeira vez ando aliviado por não precisar escrever, apesar de gostar muito de expor meus pensamentos aqui...

Mas enfim, é isso...
Novidades virão pela frente...




Então, mudanças?! O que eu faço com isso?

Posted by Fellipe | Posted on 03:42

0

Sabe, preciso admitir que mudanças drásticas não me agradam...
É... me soa estranho e desagradável esse tipo de situação.
Eu sou um pouco metódico... outro fato que preciso admitir... e mudar tudo de repente é meio que um pesadelo... [metódicos são capazes de me entender...rsrs]

Tá...tá... eu sei que certas fazem bem...

Mas a maioria compromete, cria situações duvidosas, quando não se tornam mal entendidos...
E para que ou como isso me soaria agradável?

Eu gosto de ter a minha vida sob controle, pelo menos na maior parte do tempo.
Fugir disso nunca me fez bem.
Até porque eu sou péssimo para lidar com situações fora de controle.
Eu tento, mas sou péssimo nisso...

Mudanças?
São ótimas quando planejadas ou avisadas que ocorrerão, pelo menos para mim é assim...
Fora disso, me soa como perda, algo forçado, mal feito.

E como eu disse... eu sou metódico... não gosto de nada mal feito... perdido... ou mal planejado...

Por bem ou por mal... eu sou assim

Insônia me acompanha... mas falsidade?

Posted by Fellipe | Posted on 03:48

0

A insônia me pegou mais uma vez, e como não novidade, a vontade de escrever veio junto.
Confesso que já estou acostumado aos pensamentos que me tomam durante a noite e a vontade de escrever que a acompanha.
Ultimamente venho tendo certos questionamentos... talvez o principal seja sobre confiança (nada mais normal para quem sempre se decepcionou nessa quesito).
É estranho perceber como pessoas precisam criar situações, que no contexto são desnecessárias, para tirar algum proveito.

Eu to meio cansado de sorrisos falsos, mentiras e afins.

Não estou me passando por santo ou o mais certo do mundo, mas ser falso? isso nunca...
Não cabe a mim prejudicar alguém para ter algum proveito.
Vejo pessoas que agem assim se perdendo com o tempo. Tudo acaba se tornando superficial demais.
Talvez o lado bom para elas pode ocorrer pelo desapego, que deve se tornar mais fácil.
Afinal... o que a falsidade ou a mentira conseguem manter além delas próprias?
Pelo o que vejo... nada...

Não existe meia verdade, ou a mentira pelo bem... no final é tudo a mesma coisa...
Um grande ato falso, não?

Tenho sorte em confiar nas pessoas certas, tê-las à minha volta.
Eu aprendi em saber em quem confiar.
As mesmas que vivem me dado motivos para isso.

E sinceramente, não entendo falsidade e tudo que se relaciona a ela.
Não que eu faça questão... até porque isso não me interessa...

Mas... é mesmo preciso tudo isso?

Só queria que você soubesse...

Posted by Fellipe | Posted on 03:30

0

Deixe em mim o gosto do seu sorriso,
E sua voz doce ao me acordar.
Faça de mim seu porto e seu cais,
Seu fechar de olhos em busca de paz.
Perceba em você parte do meu mundo,
E em mim todo o seu reino.


É assim que eu sei dizer te amo...
E sinceramente... dedico a você tudo que fui capaz de conquistar com você ao meu lado.
Só você sabe o valor que tem para mim.
Só você sabe do quanto eu quero fazer parte da sua vida, e de como eu quero você na minha.

Quero sorrisos, planos, música, paz, carinhos, abraços... e tudo que cultivamos e colhemos juntos.

Minha vida é assim... mais feliz desde que você resolveu participar dela.
Não existe mais solidão para alguém completo.

Mais uma vez,
Te amo...

Quando só lhe resta a razão

Posted by Fellipe | Posted on 05:43

0

- Senhora, desculpe o incômodo. Venho lhe pedir um canto de sossego. Tenho as pernas bambas de tanto andar.

Me perdi em alguns caminhos... acabei andando em círculos, por não conhecer bem essas estradas que me embrenhei.

Perdão senhora, por invadir assim sua moradia. Não faço por mal, é só para conseguir forças para voltar a ficar de pé e tentar voltar a andar.
Não tenho onde pedir tal acômodo. Não irei me demorar.
Minha passagem é rápida.
É só o tempo de me curar dessa enfermidade. Não venho atrás de posses ou recompensas.

No final lhe serei grato por me acolher e entender a minha situação, meus passos ainda são errados. E pago por não entender o que faço. Mas não irei lhe incomodar, senhora.
Não mais do que devo... o que lhe trago é passageiro... só preciso de um canto de sossego.


Resolvi postar novamente "Quando só lhe resta a razão"...
Estava lendo meus textos, e de fato esse é um dos meus favoritos...

Ando precisando escrever, mas por agora deixo este texto...

Sem título

Posted by Fellipe | Posted on 00:05

0

Sou como um caso complicado,
Meio perdido mendigando esmola.
Atrás de qualquer coisa que faça sentido
Em um mundo onde tudo se faz despercebido.

Sou como algo sem esperança,
Deixando cair lembranças em cada esquina.
Fazendo um caos em meio a uma vida,
Querendo entender tanta intolerância.

Sou como o desperdício.
Sem valor ao que foi perdido,
Deixando escapar momentos a cada delírio.
Criando discórdia onde tudo deveria ser apenas alívio.

Sou como a insensatez.
Esquecida da realidade,
Sem questão de ser encontrada ou vivida.
Pura verdade que não compensa.
E nada que um dia haverá de compensar.

E assim será...

Posted by Fellipe | Posted on 23:34

1

Sabe quando você tem um desejo incontrolável de estar com alguém por perto?
Ou aquele desejo absurdo de só olhar um sorriso... ou simplesmente ficar naquele abraço que parece envolver todo seu mundo?
Esse foi o sentimento ao voltar para casa após um final de semana que me marcou muito.
Dia 9 de Setembro entrou na galeria do dias mais importantes da minha vida.

Tive um final de semana perfeito, para ser bem sincero...
Acordar com aquela pessoa que você deseja todos os dias ao seu lado.
Quem seria capaz de não se sentir feliz com isso?
Eu já acordava com um sorriso no rosto... e uma estampa na testa de felicidade.

Intensidade em relacionamentos é comum... mas quantos sentem algo tão intenso quanto nós dois...?
Nosso relacionamento não precisa ser intenso quando o que sentimos já nos torna intensos, entende?
É como acordar todo dia cada vez mais apaixonado, cada vez mais certo de que encontrei a pessoa certa, cada vez mais certeza de que valeu à pena encarar qualquer dificuldade para estar junto de quem verdadeiramente eu amo, que me ama e que de fato me faz feliz.

Não foi um final de semana comum, nós sabemos disso.
Você sabe disso.
Nós sabemos a importância de tudo o que aconteceu.
E sabemos do que somos capazes.

Não só te amo, sou seu amigo, companheiro, cúmplice, seu porto e alguém que quer te fazer feliz para sempre...
Porque se existe algo que eu saiba fazer como ninguém, é querer te fazer feliz e te amar.
E quando eu digo para sempre... significa que é até onde minha imaginação me deixa criar planos para nós dois.
Somos nosso futuro.
Você faz parte do meu...
Desde que entrou na minha vida.

Você faz parte de mim...
Te amo...

Um poema e um até logo.

Posted by Fellipe | Posted in , , , | Posted on 04:44

1

Um dia deixaram de cair, no mesmo dia que deixaram algo para trás.
Era como se a realidade estivesse ali, diante deles.
Calma, sincera, cúmplice em todos os erros que o levaram para esse caminho.
Em algum momento se perderam e perderam o motivo da união.
Não havia mais amor dentro de cada pequeno e cansado coração.

Um dia deixaram de cair, no mesmo dia que viram o quão doloroso é o passado.
E perceberam que toda divida seria cobrada arrancado cada resto de sentimento que ainda sobrava.
Viva, intensa, cortando cada lágrima derramada deixando apenas a indiferença que lhes restavam.
Por algum motivo esquecido deixaram algo para trás.
Não havia mais amor dentro de cada pequeno e cansado coração.


Estou sem sono, então resolvi escrever algo.
Aliás até tenho sono, mas como viajarei daqui a algumas horas, prefiro ir dormindo... assim não sentirei tanto a viagem que será longa.

Posso mudar um pouco de assunto?
Melhor, preciso desabafar sobre a viagem!
Sim... passarei o final de semana com a minha namorada!
Conhecerei meus sogros... e ainda chegarei no dia do aniversário do sogrão!


[ironia]Olha que presente maravilhoso a minha namorada vai dar ao pai![/ironia]


Só fiquei sabendo disso após confirmar a viagem...
Mas enfim...
Ansioso, feliz, louco para vê-la logo!
E passar um ótimo final de semana em Ribeirão Preto ao lado dela!
Terça-feira estarei de volta.. e direi como foi a viagem e toda sensação de estar ao lado dela de novo!
Até mais para você que leu esse post!

Ps. O poema feito não tem nada ver comigo e minha namorada, foi somente escrito porque deu vontade de escrever algo do tipo e os versos somente saíram.
Sim, eu saio escrevendo e no final que percebo o resultado.
De qualquer forma, espero que goste, porque sinceramente , eu gostei!

Conflitos, Paz, Felicidade e Inconstância.

Posted by Fellipe | Posted in , , , , | Posted on 03:31

0

Acho tão estranho temas comuns serem abordados, é como caíssem em clichê...
Não discrimino quem o faz, se faz é porque tem alguma razão em o fazer...
Mas... não é algo que eu faria, ou que me interesse...
Eu gosto de falar de conflitos internos, emocionais. Isso prende a minha atenção.
Não estou dizendo que vivo de tristezas, sou feliz como a maioria é.
Então... por que eu abordaria um assunto que para mim é resolvido?
Me parece redundante, não sei...
Todos, ou a maioria dos meus textos acabam sendo para mim mesmo.
Eu escrevo com a função de me questionar, pensar sobre minhas atitudes e atitudes de outras pessoas comigo.

Eu preciso disso, pensamentos cuspidos me ajudam a montar o quebra cabeça que é minha inconstância.

Eu sou complexo! Muito! Eu admito isso.
Tenho minha vida sob controle, ao menos.

Meus conflitos me parecem ser mais interessantes de serem discutidos comigo mesmo.
Além de precisarem ser resolvidos.

Afinal foi para isso que resolvi fazer o blog há algum tempo atrás.
Escrever para mim mesmo... e me questionar.

E sinceramente, adoro a facilidade com que consigo entender os fatos ao escrever.

Olhem para mim.

Posted by Fellipe | Posted on 20:52

0

Olhem para eles,
Toda aquela falsidade posta em seus olhos.
Olhem para eles,
Vejam como repugnam toda forma de sinceridade.
Olhem para eles,
A corja está formada e a verdade não existe mais.
Olhem para eles,
Como urubus andando em bando e vivendo de carniça.
Olhem para eles,
Como sorriem e rasgam vidas por um pouco de diversão.
Somente olhem para eles,
Aqueles caminhos tortos, mal escritos e sem fim.
E olhem para mim.
E saberão o que de fato eu nunca serei.


É, resolvi escrever.
Não sei se ficou bom... mas... sinceramente, eu gostei...

Quinta - feira!

Posted by Fellipe | Posted on 02:38

0

Ando feliz e meio tenso.
Chegando o dia de visitar a família da minha namorada.
Sinceramente não sei como vou reagir diante deles... rs... e isso me preocupa.
E sinceramente de novo, só espero que dê tudo certo.
FATO!
Por agora verei o documentário sobre Joy Division.
Ando me identificando com a personalidade de Ian Curtis, sem querer ser pretensioso, aliás, mais assustado do que pretensioso.
Enfim, acho que voltarei a postar depois desses 3.. 4 dias, não sei, sem postar.

Contudo

Posted by Fellipe | Posted on 02:15

0

Contudo, contudo,
Também houve gládios e flâmulas de cores
Na Primavera do que sonhei de mim.
Também a esperança
Orvalhou os campos da minha visão involuntária,
Também tive quem também me sorrisse.
Hoje estou como se esse tivesse sido outro.
Quem fui não me lembra senão como uma história apensa.
Quem serei não me interessa, como o futuro do mundo.

Caí pela escada abaixo subitamente,
E até o som de cair era a gargalhada da queda.
Cada degrau era a testemunha importuna e dura
Do ridículo que fiz de mim.

Pobre do que perdeu o lugar oferecido por não ter casaco limpo com que aparecesse,
Mas pobre também do que, sendo rico e nobre,
Perdeu o lugar do amor por não ter casaco bom dentro do desejo.
Sou imparcial como a neve.
Nunca preferi o pobre ao rico,
Como, em mim, nunca preferi nada a nada.

Vi sempre o mundo independentemente de mim.
Por trás disso estavam as minhas sensações vivíssimas,
Mas isso era outro mundo.
Contudo a minha mágoa nunca me fez ver negro o que era cor de laranja.
Acima de tudo o mundo externo!
Eu que me agüente comigo e com os comigos de mim.


Álvaro de Campos


Me Identifiquei com esse poema, muito por sinal...
Diz muito em parte do que eu ando vivendo.
Aliás...
Sempre um poema de Fernando Pessoa para cada momento da minha vida.
Não poderia deixar de postar esse porma, já que me identifiquei tanto.
Esqueço o momento que passou, mas não o poema.

Surpreendido!

Posted by Fellipe | Posted on 03:51

1

É legal perceber quando amigos entendem sobre consideração e amizade...
Ainda mais quando você não espera.
Fui meio que pego de surpresa por um post no blog de um amigo.
Amizade de cerca de 2 anos, e um post chamado "Família" onde eu fui incluído.
É isso que quero levar, fato...!
São atitudes assim que demonstram vontades, reconhecimento ou só amizade real.
E que valem muito, para quem sabe dar valor...
Bom, eu dou valor...


Vou ficar uns dias sem atualizar o blog. Não quero escrever só sobre o que me incomoda e acabar sendo repetitivo. Esse não seria eu, além de não me ajudar muito.
Quando tiver a mente no lugar, me deixando pensar no que for saudável... eu volto.
Mas até lá... Este será o último post por um bom tempo.

Talvez outro rumo

Posted by Fellipe | Posted on 23:34

0

Pensando sinceramente em largar o blog por algum tempo... depois eu me decido...
Não estou muito afim de ficar pensando em algumas coisas... e muito menos chegar ao ponto de perceber o que nao quero ... [Por que a maioria confunde percepção com julgamento? Detesto esse tipo de defesa.]
Cansa... muito... fora que se torna repetitivo...
Sumir um pouco faz bem... sempre faz...
Quem sabe assim eu não aprenda o que é "razão"?
Vai saber, sempre existe uma primeira vez pra tudo.
Eu não sei lidar com perdas, caramba!
Qual o meu problema?!
Confesso que estou um pouco arrependido do post abaixo, não do que escrevi, mas de ter postado.
Não sei se ainda teria algum significado... então... deixa pra lá...

Fui...!


Febre do mal que não me deixa!

Mensagem para mim, e um pouco para você.

Posted by Fellipe | Posted on 00:46

0

Hoje talvez eu entenda o motivo de tanta omissão, de ter aceitado tanta coisa sem ao menos procurar saber os motivos, pelo contrário, encorajando.
Isso, talvez, deve te ajudar muito agora para superar, assim espero.
Não querendo guardar mágoas, apesar de tantas.
Só acho péssimo deixar amizades importantes para trás dessa maneira.
Não foi isso que busquei quando tentei dar valor.
não te reconheço como antes, talvez essa seja a pior parte dessa etapa de superação.
Não te reconhecer mais em mim, como era.
E perceber que esse de fato é o fim de algo que apostei tanto.
Talvez não tenha percebido o valor e importância, e se continuar assim, talvez nunca saiba.
Fico triste sim, por esse ter sido o único jeito de resolver a situação.

Fevereiro .. Março talvez tenham sido os meses mais importantes, Seven House que o diga.

Queria muito que tudo isso tivesse sido diferente.
Mas a realidade é outra.

Se você chegar a ler isso, não se chateie.
Esse texto é parte do que de fato eu gostaria de ter dito durante a ultima conversa e não consegui.
E só uma maneira de eu tentar entender algumas coisas. E acaba sendo mais para mim mesmo.

Não espero que entenda, e acho que isso talvez não ocorra, mas não queria que levasse esse texto a mal, caso ainda se importe.

A razão não existe muito pra mim nesses momentos, aliás é raro eu fazer algo levando a razão em consideração. Um erro que sempre cometo, e devido a isso acabo demorando um pouco mais para superar.

Talvez seja o último post sobre isso. Mesmo que escrever me ajude bastante em tudo que sinto.
E por agora me ajudar a esquecer as mágoas causadas.

Não sou fraco ou algo do tipo.
Sentimental talvez, e por esse motivo acabo valorizando muito.
Nunca mudei, eu sou assim.
Então... se for pra situação ser essa, eu supero...
Sentimental não significa não saber lidar.
Esse é meu jeito de lidar, e no final eu acabo superando o que é preciso ser superado.
Mas de fato, esse sou eu.

Agosto acabou! Que demora...

Posted by Fellipe | Posted on 03:36

2

Começo de Setembro... final de Agosto...
Nossa, um mês inteiro esperando só para dizer essa frase.
Não foi um mês muito justo, e nem muito certo, talvez o pior do ano até agora.
Digo em relação a tudo. Foi um mês péssimo.
Compararia ao ano passado. Teve o mesmo peso.
Mas nada que não seja superável, como disse em algum outro post, não quero viver de passado.

Setembro vem chegando como um começo de ano, toda aquela ansiedade pelo o que esperar, pelo o que devo esperar. Por tudo que voltei a planejar, aliás, para que esse mês de fato valha à pena...
Sim, as coisas mudaram muito, meu mundo mudou muito, mas isso não significa que eu teria que mudar obrigatoriamente.

Minhas prioridades sempre foram as mesmas, só os detalhes que acompanham é que de fato mudaram, e sinceramente, da água para o vinho.

Bom, não que eu me incomode, mas dizem que o álcool é um veneno, o que para mim parece ótimo, já que ando precisando matar fatos que ainda estão dentro de mim. [É, isso foi baseado em uma frase de Charlie Harper...]


Império de meias verdades

Posted by Fellipe | Posted on 23:27

0

Mentiras que criaram seu império.
Sorrisos falsos, rasgados, onipotentes.
Apenas se deixe manipular,
E acredite em tudo que possa tocar.
Apenas olhe para frente,
E ao seu lado um rio de verdades escassas.
Se deixou perder e junto, seus valores.
Só acredita em si e em suas farsas.
"Engane, minta. No final tudo será seu."
Diz a sua mente sem medo do pior.
Diz a sua alma já cortada e impura.

Suas alianças são como sombras,
Perseguem tudo e todos.
São seus olhos, seus prazeres.
Toda forma de poder,
Toda falsa verdade cuspida.
Esquecida do que já foi,
Se já foi um dia.
Não se recorda.
Se tornou o que tem.
E não a verdade que já foi capaz de viver.

Repensando...

Posted by Fellipe | Posted on 15:31

0

Nossa, que noite péssima... dor, febre e mais dor...
Acordei um pouco melhor, mas ainda super incomodado e com tudo dolorido...
Mas enfim, creio e espero melhorar logo!

Ando aprendendo a ser mais seletivo, talvez pelo fato de perceber muita coisa por agora.
Só quero colocar minha vida no rumo certo, com as pessoas certas, fazendo as coisas certas na maior parte do tempo.

Não estou fazendo um caos, até porque não existe motivo para isso. Só repensando muitas coisas que vinham acontecendo e evitando que ocorram de novo.

Afinal é para isso que existem experiências, não?!

Erre uma vez, duas talvez, mas nunca a terceira.

Caminhos, final, experiências...

Posted by Fellipe | Posted on 22:45

2

Corpo ainda dolorido, não que eu esteja reclamando, só dizendo que meu sábado pela noite foi ótimo.
Fato que me deu um animo absurdo para o começo da semana.
Aprendendo a pensar mais em mim, e tem dado certo.
Meu umbigo nunca foi tão feliz por ter ganho tanta atenção quanto agora [rs, eu sei que isso foi péssimo, mas precisava dessa ironia de quinta...rs].
A verdade é que mesmo não tendo um caminho ou deixando levar por memórias, não quero um passado perto de mim.
Não... chega disso...
Todo ditado ou clichê, por bem ou por ma,l acabam sendo verdade. Quem vive de passado é museu.
Normal que surja o argumento de que experiências fazem um caráter e por isso é preciso ter um passado consistente [pelo menos eu argumentaria isso...].
Mas viver tudo de novo?! é como uma prova para um reprovado no colégio.
Não preciso disso.
Preciso olhar para frente e para os lados, o que deixo pra trás, cai aos poucos, a cada experiência.
Então... deixa eu viver as que ainda estão por vir, e deixa pra trás o que de fato não faz mais parte de mim.

Eu sei que as vezes parece repetitivo, mas não é difícil perceber que é o mesmo argumento dividido em alguns posts.

Em relação ao argumento de experiências, caráter e afins...
Eu já tive suficientes pra criar o meu caráter e saber o que eu quero da vida.
E fato que esse saber me ajuda muito a tomar atitudes, por mais que eu me enrole e pareça perdido às vezes... eu sempre chego onde pretendo, desde o começo de qualquer momento da minha vida.
O problema não é chegar ao final, é saber como lidar com o caminho, sempre...

E meu umbigo agradece o momento... [Foi mal, eu não resisti de novo!]

Amizade.

Posted by Fellipe | Posted on 13:55

0

Percebendo o valor de verdadeiras amizades.
Ontem tive uma prova imensa de como pessoas são capazes de melhorar sua vida, por conhecerem e se importarem com a verdadeira amizade.
Apesar de tudo que vinha acontecendo e postando aqui no blog, ontem eu percebi o quanto é fácil esquecer tudo quando se está perto de quem gosta de estar perto de mim.
É como se aparecesse uma borracha, do tamanho da minha decepção, e simplesmente apagasse tudo que parecia necessário naquele momento.
Bom, parece que vem dando certo. Afinal meu sábado foi ótimo.
E cada vez mais a certeza voltando de que tenho tudo que eu preciso, era só questão de mudar meu ponto de vista.
Amizades sinceras e verdadeiras, isso é o que vale para mim.
Não vim aqui julgar ninguém, só agradecer a quem de fato eu tenho ao meu lado.
Considerem esse texto como agradecimento por tudo e um convite a continuarem na minha vida, porque de fato vocês são parte do que eu tenho de melhor hoje...

Fato!

Posted by Fellipe | Posted on 20:52

0

Freud deve ter sido o maior sortudo e entediado do mundo por conhecer bem a mente humana...

Deixando para trás...

Posted by Fellipe | Posted on 14:53

1

E toda dúvida vai por água abaixo por alguns minutos, é só o tempo de aparecer outra e derrubar em uma covardia maior.
Existem fatos que não foram feitos para serem entendidos.
Mas o que fazer quando não pensar se torna mais dolorido?
Sentir?! Não há o que ser sentido.
A situação sufoca, prende, não tenho como não me importar quando os fatos são claros para mim.
Não são somente perdas, são apostas reais que se perderam de mim.
Ter tudo não significa muito.
O pouco que eu tinha era o que eu precisava.
Minha sorte não ter perdido o principal.

Mesmo que não se importem, mas o pouco que foi... levou muito de mim.

Hoje

Posted by Fellipe | Posted on 00:37

0

Hoje, talvez, eu tive uma das minhas maiores perdas entre minhas amizades.
Não tive opção, era o que de fato eu precisava fazer.
As coisas poderiam ser diferentes, mas não havia tempo ou razão para tanto...
Minha posição é essa, mas nem por isso significa que foi justa, apesar de ter sido a melhor encontrada.
Era hora de dar adeus, mesmo que isso não valha muito a ela. [nessas horas lembro do texto "O Menestre"... ando entendendo demais aquele texto...]
Vou sentir falta, mas o tempo vai me ajudar nisso.
Assim espero.

De coração.

Posted by Fellipe | Posted on 02:37

0

Existe um lugar em que vivemos juntos, um lugar onde eu vejo sempre você sorrindo , passando a mão ao meu rosto.
Existe um lugar onde a felicidade que nos persegue, por sermos tão um do outro.
Existe um lugar onde eu acordo e te vejo dormindo ao meu lado e por vezes me belisco para saber se realmente estou acordado, porque ter alguém como você sempre foi meio inacreditável para mim.
Nesse lugar eu acordo aos domingos e faço dele um dia seu, todos...
É como se comemorássemos semanas juntos e não meses ou anos, porque nesse lugar, cada dia do seu lado é uma dádiva...
Nesse lugar temos a nossa vida a dois onde recebemos amigos, familiares...
Um lugar feliz, nós fazemos da nossa casa o nosso lar, nosso recanto.
Nesse lugar eu chego todo dia, me arrumo e sento ao seu lado, no sofá pra te mimar e matar a saudade após meu dia corrido.
Esse lugar existe, eu ainda acredito porque é você que eu quero ao meu lado.
Lugar onde você está desde que apareceu na minha vida.

Te amo.

E agora, José?

Posted by Fellipe | Posted on 02:40

0

Ando precisando escrever...
De certa forma me ajuda a colocar parte das idéias no lugar.
Algo como argumentar comigo mesmo, entende?
Além de me fazer bem por trazer algum alívio.
Sempre foi assim, não só em momentos que preciso desabafar. É como só falar e falar...
Pelo menos comigo resolve a aliviar em certos momentos.
Como uma fuga, digamos assim.

Mas algo em meio a isso vem me incomodando... não ando conseguindo terminar alguns textos [que de fato é bem raro acontecer!].
Escrevo somente quando tenho motivos para isso [e sim, de fato tenho muitos agora...], mas nao sei... talvez por nao saber o final de cada problema que tenho hoje... creio q isso anda influenciando um pouco.

Mas enfim... ando com um poema na cabeça ultimamente, mas nao é meu...

E agora, José?
Acabei por me identificar...

Erros?!

Posted by Fellipe | Posted on 02:02

1

Duas horas da manhã e eu ainda estou acordado.
Fato que consigo pensar melhor durante a noite.Talvez pela solidão (que por sinal essa sempre me caiu bem, eu que nunca soube como lidar com ela).
Existem assuntos que quando discutidos acabam parecendo cliché, mas é só evitar filosofar... seja direto, só palavras bonitas não criam um bom argumento.
Enfim...
Não era exatamente sobre isso que vim postar. Deixa como uma introdução para que minhas ideias... opiniões a seguir não apareçam cliché(mesmo sabendo que são).

Acontece que vim pensando nas minhas experiências... todas que tive até hoje.
Nunca me cobrei perfeição, mas percebo o quanto a falta de maturidade atrapalhou minha vida.
Não é questão de arrependimento, só estou fazendo algo que nunca fiz (inclusive me xingar por perceber meus erros...rs)

Eu me considero sim diferente da maioria. Não consigo ser superficial, e acho que por isso acabo me importando tanto com tudo a ponto de me esquecer algumas vezes.

Sempre precisei disso, fazer pelos outros o que talvez eu não teria conseguido fazer por mim.
Não é triste e nem quero que seja. E muito menos vim pagar de bom samaritano.

Só vim dizer que gostaria sim de fazer algumas coisas diferentes que fariam bem a mim e a todos que ficaram para trás.

Cliché, não?
Mas sincero...

Hoje nao me arrependo de nada, tenho meu carater formado, minhas decisões bem tomadas...
Talvez meus erros nao se repitam.. e não pretendo repiti-los...

E que droga gigante... ferrado sono que não chega...!

Enfim!

Pensando em versos

Posted by Fellipe | Posted on 04:09

2

Tenho a mente em paz
E certa razão em meus atos.
Tenho meus passos dados
E sem malicia no que a vida me traz.
Só ofereço o que posso
Ou no que me sinto por direito ser.
Falo no presente, como sempre.
É meu o agora,
Como de tudo que já foi um dia,
Um passado às pressas.

Tenho em minh'alma toda inquietação.
E do mundo que tenho,
minha lágrima perdida.
Desabafo e cortejo minha vida,
Fazendo de tudo que sinto,
Apenas um passo para sua falta.

Passado...

Posted by Fellipe | Posted on 03:57

1

Fuçando meus arquivos encontrei um texto de um passado dificil...
Confesso q me sinto orgulhoso de ter conseguido supera-lo em parte...
Não lembro e nao cheguei a verificar se ja o tinha postado...

Me perdi uma vez

Procurando uma verdade que nunca existiu.

Deixei meus cacos pelo caminho,

Achando que um dia iam se juntar.

Me iludi por mim mesmo,

Cavei meu próprio buraco.

Esculpi sozinho meu próprio pedestal.


O tombo foi meu,

As feridas deixam isso claro e cego.

Lembrando, apontando todos os meus erros.

Fui tudo que poderia ser.
Da solução ao problema.


Me deixei cair uma vez,

E não me dei a chance de levantar.

Não fui covarde.


O que perdi, foi talvez tudo.

Foi talvez o que me cegou.

O que me fez crer que um dia eu tive o que precisava.


Quando a sinceridade já tinha se perdido.

A ilusão era só uma cortina ao vento.

A verdade não passava de uma miragem turva através dela.


Gabi...

Posted by Fellipe | Posted on 04:57

2

Confesso que preciso dizer q to torcendo pelo seu bem, Gabi... de fato... que tudo dê certo e você volte bem.
Fiquei sabendo hoje da cirurgia... pelo seu blog... alias nao esperava te ver de novo... muito menos com uma noticias dessas

Sei que tivemos nossos desentendimentos... mas nem por isso iria querer seu mal... do fundo do coração q espero q você fique bem logo...
Sinceramente... quero muito você bem logo...

Não te desejo boa sorte... prefiro te desejar um até mais...

0

A humaninda se encontra perdida, louca, internada em algum manicomio onde ninguém faz questão de encontrar...
A perseverança, o afeto e a consideração até tentam ajudar na busca... Mas o egoísmo é esperto... cego mas sabe onde pisa... e tao persuasivo que entorpece a todos em sua volta...

Seletivo

Posted by Fellipe | Posted on 06:48

0

Ando extremamente seletivo ultimamente em relação às minhas amizades...
Passei a ser desconfiado, orgulhoso e as vezes turrão demais...

Me magoei muito... por muito tempo.. em todos os sentidos...de todas as maneiras possiveis... Tinha q aprender um jeito de lidar com isso.. acabei nao aprendendo... só me tornando mas seletivo...

Tantos q já ficaram para trás... sinceramente não me arrependo... pelo menos hoje sei que tenho boas escolhas... e melhor... sei exatamente o valor delas...

Aff...!

Posted by Fellipe | Posted on 03:20

2

Tenho medo de mal entendidos...
Medo que nao tenha sido mal entendido...
Espero muito q eu esteja completamente errado... to super incomodado... to super receioso de procurar saber o motivo...
To sem sono!!!!!!!

Percebendo...

Posted by Fellipe | Posted on 02:14

1

Estranho perceber que boa parte das pessoas preferem ouvir o que todos dizem, a entender o que acontece à sua volta.
É o mesmo quem enganar a si próprio, ou se vender por uma gota de alívio.
Por que não achar a solução ao invés de procurar o problema?

O dificil deve ser perceber que no final, a razão sempre foi sua... e que sua gota de alívio nao curou sua sede para sempre.
O dificil deve ser perceber o que você teve a chance de ter exatamente o que você queria naquele momento, e acabou tendo o que outros queriam.

São conclusões... não julgamentos, pessoas confundem senso comum com mente influenciavel... e acabam esquecendo de si mesmos... é normal... já que todos por bem ou por mal, acabam pensando da mesma forma... e arrependimento acaba virando... "senso comum" por um bom tempo...

Algum sossego...

Posted by Fellipe | Posted on 03:20

1

Quero escrever... necessito escrever...tenho o papel, o lápis e uma borracha... minha mente anda um tanto quanto calma... mas ainda assim preciso escrever...
Acredito muito que parte de mim se acomoda com tanta calma... mas minha outra parte me diz que sossego demais faz mal..
É o mesmo que comparar a água de uma piscina que precisa de cuidados, com a agua do mar, que vive sempre em movimento banhando as praias... enfim... gosto e me rasgo nesse sossego.

"O ar alimenta a vida.
O vento toca a alma."

Não estou em equilibrio, ou talvez tenha me acostumado com a vida que levo.
Sinto saudade da mente criando imagens absurdas, textos que me perdem, a vontade louca de escrever tudo que sinto e que me consome...

Prefiro a guerra interna, ao sossego que vivo.
Prefiro escrever, a viver no silêncio que sinto.
Prefiro lágrimas escritas e textos sem fim.
Prefiro tudo, a esse silêncio dentro de mim.

It's all about art

Posted by Fellipe | Posted on 05:10

2

E que seja!

Posted by Fellipe | Posted on 23:04

0

Perdi a tolerância pra detalhes desnecessarios.
Cansei, confesso...!
Alias, isso já vinha acontecendo. Me sinto sufocado com tanta idiotice, assuntos que nao valem à pena, e pessoas vazias!
E fato que a pior parte é perceber o quanto certas pessoas são vazias... não tenho nada contra elas... mas me torra a paciência tê-las à minha volta.
Não quero isso.
Cada um sabe o que lhe convém, e o que me convém é mais do que superficial.
O que me convém é o que me soma, e não o comportamento descartável!

De verdade são poucos, mas poucos que valem meu mundo todo, e me orgulho demais que seja assim.
Quero conteúdo, não quero quantidade ou sorrisos falsos.

Em algum passado meu...

Posted by Fellipe | Posted on 02:31

0

Hoje andei procurando uns ex-amigos da época de colégio... inclusive um ex grande amigo...
Fato que percebi o quanto nao dei valor à algumas amizades... o quanto eu quis me distanciar...
Sinto falto de algumas...
Minha vontade de me isolar nao costuma me trazer muito lucro... foi sempre por causa dela que perdia amizades importantes... junto com certo egoísmo, na época...
Não vou citar nomes... mas confesso que lembro de todos... e se pudesse pediria desculpa pessoalmente, por nao ter dado seus valores merecidos...
Hoje tenho amizades como irmãos... irmãs... tenho em quem me apoiar... mas ninguém toma o lugar de ninguém...
Sinto saudades das amizades que de irmãos se tornaram desconhecidos... alguns passos sem volta...
Enfim...

Durmo com a saudade por hoje...
Boa noite...

Tua pequena morte...

Posted by Fellipe | Posted on 03:28

0

Sou teu vicio.
Sou teu desejo,
Teu suor pelo toque,
Tua pequena morte,
Tua respiração ofegante.
Sou o laço das suas pernas,
E a gota quente que desce pelo teu corpo.
Sou tua mente,
Teu pensamento escondido,
Tua vontade e teu instinto.

Sou teu prazer,
E qualquer som que venha da tua boca.

¬¬

Posted by Fellipe | Posted on 01:33

0

Confesso q detesto ser subestimado, ou o coitado, ou afins...
Não gosto nem um pouco q por ser subestimado, pessoas acharem q possam se aproveitar disso e tentar tirar algo q é só meu.
Mundo de hipócritas... sobreviventes do próprio ego.
que se sufoquem em tanta prepotencia e acabem sozinhos.

Enfim....


Por agora só um feliz niver pra mim...

Mente longe...

Posted by Fellipe | Posted on 02:50

0

Quanto tempo não venho aqui... parece que os motivos pra escrever voltaram...rs...

Estranho como sempre me preocupei mais com outros do que comigo mesmo... [confesso q ando com um aperto q nao acho muito bom, nos ultimos dois dias...]

Tenho alguem q me ama muito... e q confio demais... q me trouxe uma paz q eu nao tinha em outros momentos...

Fato q preciso escrever... mas anda nao sei o q...


depois eu volto...

enfim...

q seja...